Servidor do Senado é acusado de pedofilia no DF

O funcionário teria pago para manter relações com meninas de 14 e 16 anos

Um alto funcion?rio do Senado Federal est? sendo acusado na Delegacia de Pol?cia de S?o Sebasti?o (30? DP) de explora??o sexual de adolescentes de baixa renda. O funcion?rio de um dos gabinetes da Casa teria pago para manter rela?es com meninas de 14 e 16 anos.

Depoimentos das pr?prias adolescentes e de porteiros do pr?dio onde mora o acusado, na Asa Sul, fazem com que o delegado considere o caso j? resolvido.

?S?o provas testemunhais irrefut?veis. Tenho certeza do envolvimento?, resume Andr? Victor do Esp?rito Santo, titular da 30? DP. O servidor, que ? advogado, nega todas as acusa?es e se diz v?tima de uma arma??o.

A delegacia entrou no caso no dia 21 de agosto, quando a m?e de uma menina de 14 anos deu queixa de seu desaparecimento.

?Ela chegou em casa com uma s?rie de produtos caros e a m?e quis saber a proced?ncia. Ao descobrir que ela havia recebido dinheiro por sexo, essa m?e reagiu muito mal e a menina, assustada, fugiu. Ficou quatro dias na casa de amigos?, relata o delegado. ?Quando ela voltou foi ouvida na Se??o de Atendimento ? Mulher (SAM) e nos contou tudo. Fomos, ent?o, atr?s de outras adolescentes e montamos a hist?ria?, completa.

Fonte: Em Tempo Real