Sindicalista e mulher foram assassinados

O delegado-chefe da Polícia Civil, Joselito Bispo, esteve no local e determinou que fosse feita a perícia na sala de Colombiano

O diretor-tesoureiro do Sindicato dos Rodoviários de Salvador (BA), Paulo Roberto Colombiano, 53 anos, e sua mulher, Catarina Ascensão Galindo, foram assassinados na noite de terça-feira, na capital baiana. Os corpos serão enterrados nesta quarta-feira.

Dois homens numa moto teriam abordado o veículo conduzido pelo sindicalista ao passar por uma lombada e disparado à queima-roupa. O carro parou cerca de 50 m após a lombada, onde foi encontrado um projétil que, segundo a perícia, era de uma pistola calibre 40.

A perícia detectou sete perfurações de bala no corpo de Colombiano, duas delas no tórax, embaixo do braço esquerdo, e uma na mulher, que atingiu a cabeça. Médicos da maternidade Iperba, que fica próximo ao local do crime, tentaram prestar socorro, mas já encontraram o casal sem vida dentro do veículo.

O delegado-chefe da Polícia Civil, Joselito Bispo, esteve no local e determinou que fosse feita a perícia na sala de Colombiano no Sindicato dos Rodoviários.

Fonte: Terra