Repercussão: Sindicato dos Jornalistas divulga nota de repúdio à prisão de Efrém

Repercussão: Sindicato dos Jornalistas divulga nota de repúdio à prisão de Efrém

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Piauí diculgou nota de repúdio contra prisão de Efrém Ribeiro

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Piauí, através do seu presidente José Olímpio, repudia a agressão sofrida pelo jornalista Efrém Ribeiro que foi algemado e preso durante a cobertura jornalística de um acidente de trânsito na madrugada deste sábado, dia 25, no cruzamento da Av. Jockey Club com Rua Angélica, na zona leste de Teresina. Em nota, José Olímpio repudia com veemência o ato e alerta que agressão contra jornalistas está se tornando uma "rotina intolerável" no Piauí. Ao tempo em que cobra punição para o perito criminal acusado de ser autor da agressão.

Leia a nota na íntegra:

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Piauí vem a público manifestar o seu mais veemente repúdio à violência praticada contra o jornalista Efrém Ribeiro por um perito da Polícia Civil que, cometendo abuso de autoridade, deu voz de prisão ao profissional de imprensa e o algemou pelos simples fato dele ter chegado ao local de um acidente de trânsito que aconteceu na madrugada deste sábado (25) antes das autoridades e do Samu.

Efrém Ribeiro, como bom repórter que é, apenas cumpria a obrigação de registrar a lamentável ocorrência que resultou na morte de uma jovem e fazia fotos no local do acidente, sem tocar em nada, quando foi surpreendido pelo perito que, aos gritos, demonstrando desequilíbrio, resolveu prender o jornalista que não esboçou qualquer reação e ainda assim foi algemado e humilhado publicamente.

Fatos como esse revelam o desrespeito ao trabalho do jornalista e atentam contra a liberdade de imprensa, merecendo o repúdio de todos. Agressões contra profissionais de comunicação, praticadas por agentes da segurança pública, estão virando uma rotina intolerável. É preciso que se dê um basta nessas práticas abusivas e seria muito oportuno que começasse agora pela punição do agressor do jornalista Efrém Ribeiro.

José Olímpio L. de Castro, presidente do Sindjor-PI

Fonte: Portal Meio Norte