Soldado do Exército é atacado com seringa no centro de Salvador

O soldado vai precisar tomar remédios contra hepatite e HIV

Um soldado do Exército foi atacado com uma seringa em uma rua movimentada do centro de Salvador. A vítima contou que tinha saído do trabalho, sem farda e ia para casa quando foi surpreendido por um homem que enfiou a seringa e saiu correndo.

Apavorado, o soldado se dirigiu para um posto de saúde e fez exames no Hospital  de Doenças Infectocontagiosas e descobriu que outras três vítimas já tinham procurado ajuda depois de passar pela mesma situação só nesse mês.

O soldado vai precisar tomar remédios contra hepatite e HIV. Como os medicamentos são muito fortes e os efeitos colaterais muito grandes, ele vai ficar afastado do trabalho e depois vai repetir todos os exames de sangue para ter certeza que não houve nenhum tipo de contaminação.

A polícia disse que, até agora, só foi notificada, oficialmente, deste último caso. Em depoimento, o soldado disse que o homem que o atacou com a seringa é jovem, moreno, tem pouco mais de 20 anos e estava bem vestido. Um inquérito foi aberto para investigar o caso.

Image title

Fonte: Com informações do R7