Superlotação de delegacias tem até 12 preso em 1 cela

Superlotação de delegacias tem até 12 preso em 1 cela

Segundo James Guerra, delegacia não é lugar de se manter presos por muito tempo:

?Quem tem mais interesse em resolver esse problema somos nós?, disse o delegado geral da Polícia Civil, James Guerra, sobre a superlotação das celas dos distritos policiais de Teresina. Segundo ele, delegacia não é o lugar certo para se manter alguém sob custódia. ?De fato existe um problema. Estamos pedindo que à Secretaria de Justiça uma solução?, falou.

Segundo ele, é possível encontrar até 12 presos numa cela. ?Lá é o local onde se dorme, se come, faz-se as necessidades...?. O delegado frisou que esta é uma situação que vai contra os Direitos Humanos, e que a recomendação da ONU (Organização das Nações Unidas) é de que as delegacias não tenham xadrez. ?Os distritos não dispõem do que é necessário para se manter estas pessoas, como área de banho de sol?, disse. Em alguns casos, pessoas que deveriam permanecer presos em delegacias por apenas 48 horas permanecem lá por meses. ?São quase 100 presos, três refeições por dia, então são 300 refeições por dia para distribuirmos?, contou o delegado, mostrando uma das dificuldades que a situação causa e que não é da competência da Polícia Civil.

Sobre a ideia da criação de um ?cadeião?, um local com maior capacidade para se colocar estes presos e sob a responsabilidade da Polícia Civil, o delegado se mostrou contra: ?Não é bom que quem prenda tenha de custodiar o preso, mas sim um aparato da Secretaria de Justiça, por agentes penitenciários preparados para isso, e não por policiais?, disse.





Fonte: Andrê Nascimento