Surda é encontrada morta e criminoso teria ateado fogo no corpo

Criminoso teria ateado fogo para dificultar identificação da vítima

Um lavrador encontrou na última quarta-feira (27) o corpo de uma mulher surda em avançado estado de putrefação, em uma plantação de milho na cidade de Arapongas, localizada a 378Km de Curitiba (PR).

A polícia foi acionada e o corpo foi levado para o IML (Instituto de Medicina Legal) de Apucarana.

Segundo informações o corpo foi encontrado sem roupas e o autor do crime teria tentando atear fogo no corpo para dificultar a identificação da vítima.

Uma bolsa foi encontrada próximo ao corpo e dentro havia pertences de Patrícia Aparecida de Lima, 31 anos. Ela desapareceu em 21 de abril após sair de uma igreja em Arapongas. Ele era deficiente auditiva e um boletim de ocorrência foi registrado após o seu desaparecimento.

Um exame de DNA realizados em Curitiba para confirmar a identidade da vítima.


Patrícia estava desaparecida desde o dia 21 de abril
Patrícia estava desaparecida desde o dia 21 de abril


Fonte: R7