Suspeito de chefiar tráfico é morto em confronto com PMs

Com eles foram apreendidos 810 cápsulas de cocaína, uma munição intacta, dois rádios transmissores, 30 gramas de crack e material de embalagem

Anderson Alves Ramalho, o Finho, apontado como chefe do tráfico em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, morreu em uma troca de tiros com policiais militares no domingo. A equipe do 7º BPM fazia uma operação no bairro Mutuapira para reprimir a realização de um baile funk no interior da comunidade do Querosene quando houve o confronto.

Após o cerco, os policiais prenderam Marcelo Herminio Pereira, Ronan Said Araujo - conhecido como Piloto e considerado o braço direito de Finho - e Renato de Figueredo Santana.

Com eles foram apreendidos 810 cápsulas de cocaína, uma munição intacta, dois rádios transmissores, 30 gramas de crack e material de embalagem. Um veículo Ford Focus 2008 roubado na área da 77ª DP, em maio do ano passado, e um Fox preto, roubado no dia 27 de maio deste ano, foram recuperados. O caso está registrado na 72ª DP.

Fonte: Terra