Suspeito de degolar jovem em praia era amigo da família, afirma polícia

Delegado acredita que ciúme e inveja podem ter motivado assassinato.

O suspeito de matar uma jovem de 19 anos em Itanhaém, no litoral de São Paulo, foi preso na noite desta terça-feira (3), em São Paulo. A polícia afirma que o suspeito frequentava a casa da vítima e era amigo da família.


Suspeito de degolar jovem em praia era amigo da família, afirma polícia

O jovem de 23 anos foi preso no início da noite, ele foi encaminhado para a delegacia em Itanhaém, mas nega o crime. A polícia encontrou algumas roupas em uma lixeira perto da casa do suspeito, e diz que são do rapaz. Ainda de acordo com a polícia, as peças teriam marcas de sangue e areia. ?Ele foi a ultima pessoa que esteve (com a vítima). Nós temos o reconhecimento de uma cordinha azul, o irmão da vítima alega que tinha uma corda idêntica na casa dele, ou seja, mais uma evidência. E agora que cai por terra tudo, que é o encontro dessa roupa que o mesmo acabou de reconhecer como sendo dele, ou seja, indiretamente ele acabou confessando os fatos?, afirma o delegado Douglas Borguez.

A vítima Solange dos Passos Pimentel foi encontrada com um corte no pescoço na Praia dos Sonhos, em Itanhaém, na última quinta-feira (29). Ela estava desaparecida há dois dias. ?O que nos consta é que ele tinha uma amizade muito forte com o irmão da vítima, provavelmente algum laço estreito, que a gente ainda está identificando. Então, provavelmente o ciúme, a cobiça, essa inveja seria em cima disso?, afirma o delegado.

O caso

Uma jovem de 19 anos foi encontrada degolada nesta quinta-feira em Itanhaém, no litoral de São Paulo. O corpo foi achado próximo à Gruta Nossa Senhora de Lourdes, na Praia dos Sonhos.

Solange dos Passos Pimentel estava desaparecida desde a noite de 27 de agosto. No dia 29 de agosto, por volta das 11h, a jovem foi encontrada morta, com graves ferimentos no pescoço. Segundo exames preliminares no Instituto Médico Legal (IML), o crime teve requintes de crueldade. A jovem teve um dente arrancado e, além do corte, tinha marcas de cinco perfurações de 1 cm no pescoço.

Fonte: G1