Suspeito de estuprar sobrinha e matar rapaz tem prisão decretada

Suspeito de estuprar sobrinha e matar rapaz tem prisão decretada

Polícia Civil de Jarinu pediu prisão do suspeito, que continua foragido. Menina continua internada em estado grave.

A Justiça decretou nesta segunda-feira (23) a prisão temporária do pedreiro Tancredo Nassaku Júnior, de 33 anos, suspeito de matar o sobrinho, de um ano e nove meses, e de espancar e estuprar a sobrinha, de 12, no último dia 19, em Jarinu (SP).

O pedido de prisão temporária foi feito pela Polícia Civil, que investiga o crime. As crianças foram atacadas na casa onde moram, no Jardim Triste, quando seus pais não estavam em casa. Segundo a polícia, o pedreiro atacou o menino e depois estuprou e espancou a irmã. O crime só foi descoberto quando o pai chegou do trabalho e encontrou os dois caídos.

O menino morreu ao dar entrada no hospital. A menina foi socorrida em estado grave e levada ao Hospital Universitário de Jundiaí, onde segue internada na UTI pediátrica.

A polícia acredita que o homem atacou os sobrinhos para se vingar da irmã, com quem tinha brigado. A suspeita é de que ele estava sob efeito de crack na hora do crime, dada a violência das agressões.

O caso comoveu a cidade, a cerca de 80 quilômetros de São Paulo. Neste domingo (22) dezenas de pessoas foram às ruas do centro da cidade com cartazes e bandeiras brancas pedindo paz contra a violência e justiça para o autor do crime, que continua foragido.

Fonte: G1