Homem é executado e sua noiva é suspeita de ser a mandante

Homem é executado e sua noiva é suspeita de ser a mandante

Homem foi detido em um sítio de Viamão, na manhã deste domingo (13). Crime ocorreu em maio; psicóloga é suspeita de encomendar crime

A polícia prendeu na manhã deste domingo (13) um homem suspeito de executar Marcelo Henrique Prade, de 46 anos, em maio de 2012. A noiva da vítima, uma psicóloga de 36 anos, foi presa pela segunda vez na sexta-feira (11) por suspeita de encomendar o crime.

O homem detido neste domingo estava em um sítio de Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre, e é apontado como autor dos disparos. Um tio do suspeito ainda está sendo procurado pela polícia.

Segundo a polícia, a psicóloga contratou dois homens para assassinar o homem. A vítima era coordenador de produtos e serviços do banco Sicredi. A investigação aponta como motivação do crime um seguro de vida que o bancário possuía no valor de R$ 2 milhões que beneficiaria a mulher.

A noiva era procurada desde o início do mês, quando o Ministério Público fez a denúncia à Justiça e uma nova prisão preventiva foi decretada. A psicóloga já havia sido presa em outubro passado, mas foi libertada 10 dias depois devido a um habeas corpus apresentado pela defesa.

O corpo de Prade foi encontrado em casa, enrolado em um tapete com os pés e as mãos amarrados. A suspeita foi submetida a um exame de corpo de delito no Palácio da Polícia e encaminhada à Penitenciária Feminina Madre Pelletier, em Porto Alegre.

Fonte: G1