Suspeito de homicídios se entrega após pesadelos com vítimas

Suspeito de homicídios se entrega após pesadelos com vítimas

Segundo delegado, ele sonhava que era perseguido pelas vítimas

Um homem suspeito de cometer três homicídios e esconder os corpos das vítimas, em Palhoça (SC), procurou pela polícia de Gravataí (RS), na segunda-feira (24), para se entregar. Segundo o delegado Anderson Spier, ele afirmou que vinha tendo pesadelos com as vítimas e por isso decidiu se apresentar à polícia.

"Ele chegou perguntando o que acontecia com pessoas que cometeram homicídios, e nós suspeitamos que algo estava errado. Conversamos com ele durante um tempo até que ele relatou que cometeu um triplo homicídio e vinha tendo pesadelos com as vítimas. Sonhava que elas o matavam a machadadas, como haviam sido assassinadas", diz o delegado da 1ª Delegacia de Polícia de Gravataí. Segundo Spier, o homem apresentava sinais de embriaguez.

Depois de ouvir o relato do suspeito, a polícia de Gravataí verificou as informações sobre o suposto crime com a delegacia em Palhoça e constatou que o triplo homicídio descrito havia ocorrido em dezembro de 2010. O suspeito foi entregue à polícia catarinense e auxiliou na localização dos corpos das vítimas.

"As ossadas foram encontradas exatamente no local apontado pelo suspeito e, depois da sua prisão, os outros dois suspeitos de participar dos crimes também foram localizados, em Palhoça", diz o delegado.

De acordo com o relato do suspeito a Spier, ele e outros dois homens mataram, a machadadas, três turistas que estavam dormindo dentro de uma barraca no Morro Cambirela, localizado na BR-101, em Palhoça. Os corpos foram enterrados nos fundos de uma casa e o carro dos turistas foi roubado. A polícia investiga a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte). As vítimas ainda não foram identificadas.

Fonte: g1, www.g1.com.br