Suspeito de matar Eliza é levado à delegacia

Suspeito de matar Eliza é levado à delegacia

Jovem está desaparecida desde o início de junho

O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos foi levado para o Departamento de Investigações (DI), em Belo Horizonte, nesta quinta-feira (15). De acordo com a polícia, ele é suspeito de matar Eliza Samudio. O ex-policial nega.

Santos está preso no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem (MG). Ele deve conversar com os delegados envolvidos na investigação do caso.

Eliza está desaparecida desde o início de junho. Para a polícia, ela está morta. A jovem teve um relacionamento com o goleiro Bruno de Souza, que era do Flamengo, e queria provar que teve um filho do atleta. Segundo um menor detido na casa de Bruno, no Rio, um homem identificado como Neném estrangulou Eliza. Os delegados que investigam o caso afirmam que o ex-policial Santos é conhecido pelos apelidos Paulista, Bola e Neném.

Santos já foi chamado para prestar depoimento, no DI, na semana passada. Mas, segundo o advogado dele, Zanone Manuel de Oliveira Junior, o suspeito não respondeu cerca de 30 perguntas feitas pela polícia. O cliente teria respondido apenas: ?Reservo-me o direito de ficar calado. Só falarei em juízo?.

Já foram realizadas buscas na casa de Santos, em Vespasiano (MG), onde teria ocorrido o crime. Na quarta-feira (14), policiais, bombeiros e peritos estiveram no local. Eles contaram com a ajuda de cães farejadores e de geólogos que usaram um equipamento que funciona como um raio x de alta precisão. Foram localizados pontos ocos em paredes, que foram escavados. Segundo a equipe que esteve no imóvel, nada de relevante foi encontrado até agora.

Fonte: g1, www.g1.com.br