Suspeito de matar jornalistas seria um ex-funcionário da emissora

O crime chocou todo o mundo.

O homem suspeito de ter matado dois jornalistas a tiros nos EUA, durante uma transmissão ao vivo, pode ser um ex-funcionário descontente da emissora WDBJ, afirmou nesta quarta-feira (26) o governador da Virgínia, Terry McAuliffe.

A identidade do homem não foi revelada.

A repórter Alison Parker, 24, e o fotógrafo Adam Ward, 27, conduziam uma entrevista para a TV WDBJ, uma afiliada da CBS, no momento do ataque, por volta das 9h30 (horário de Brasília), na cidade de Moneta, na Virgínia.

A pessoa que estava sendo entrevistada, identificada como Vicki Gardner, foi atingida nas costas e levada para um hospital, onde passou por cirurgia.

Image title


Fonte: Com informações do Uol