Suspeito de matar meninas a facadas é cunhado de uma delas

Suspeito de matar meninas a facadas é cunhado de uma delas

Polícia em Sorocaba quer a prisão preventiva do jovem, de 20 anos.

Ao saber que a polícia prendeu nesta quarta-feira (13) o suspeito de ter assassinado sua filha e a amiga dela em Sorocaba, no interior de São Paulo, o aposentado Sebastião Gomes Nogueira, de 65 anos, reagiu com alívio e desabafou: ?Pelo menos estou um pouco aliviado, mas não vai tirar essa mágoa, essa dor. Ela morreu sem dever nada?. A caçula dele, Nicole Maíra da Silva Nogueira, e Maiara da Silva, ambas de 9 anos, morreram a golpes de faca na segunda (11).

De acordo com a polícia, o suspeito de cometer o crime é cunhado de Maiara e usa drogas. Segundo as investigações, ele entrou na casa da garota, que estava sozinha com Nicole, para roubar. Na versão dos policiais, ao ser surpreendido pelas duas, pegou uma faca na cozinha e cometeu o crime. Na tarde desta quarta, o delegado Acácio Aparecido Leite, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), foi ao fórum da cidade pedir a prisão preventiva do rapaz, de 20 anos. Ele prestou depoimento e, para evitar linchamento, a segurança na delegacia foi reforçada.

O pai de Nicole contou que o suspeito velou o corpo das meninas. ?Ele foi ao velório, ficou a noite toda, esteve no enterro e ainda tentou consolar quem estava lá?, lembrou. Em entrevista ao G1 no dia do crime, ele chegou a dizer que os policiais tinham revirado toda sua casa porque o consideravam ?o primeiro suspeito?. O motivo era que, segundo Nogueira, ele tinha sido o segundo a entrar na casa de Maiara depois de as duas terem sido mortas. Os corpos foram descobertos pela tia de Maiara, que mora na casa ao lado.

A polícia disse ter chegado ao suspeito depois de encontrar no mesmo terreno baldio onde estava a faca uma calça com vestígios de sangue. No bolso, havia uma chave que pode ser do cadeado da casa de Maiara, que, segundo a família, completaria 10 anos neste sábado (16). O terreno fica em frente à casa da vítima.

Nicole vivia com a mãe, mas estava passando alguns dias na casa do pai, que mora na mesma rua de Maiara. Na noite de domingo (10), foi dormir na casa da amiga. No dia do crime, a mãe de Maiara havia saído de casa para trabalhar às 5h30. Os corpos das meninas foram encontrados por volta das 8h30.

Fonte: g1, www.g1.com.br