Suspeito de matar mulher e filho confessou crime, diz delegado

Ele foi levado ao hospital após tentar se matar e deve ter alta em dois dias

O homem suspeito de ter assassinado a mulher e o filho confessou o crime durante depoimento informal prestado, nesta quarta-feira (1°), no Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre (RS). De acordo com o delegado Cléber dos Santos, o homem chorou durante o depoimento e parecia estar bastante perturbado.

Santos disse que ele deve receber alta médica nos próximos dois dias. Depois de sair do hospital, ele ficará detido em um presídio estadual ainda não definido.

O suspeito será indiciado por duplo homicídio qualificado por motivo fútil e sem chance de defesa às vítimas.

Ele deve ser ouvido oficialmente quando deixar o hospital. O depoimento desta quarta-feira não será incluído no inquérito policial.

Santos informou que o assassino não deu detalhes do crime e disse que só se pronunciará no tribunal. O advogado dele já entrou com um pedido de avaliação psiquiátrica. O laudo deverá ser usado pela defesa para retirá-lo da cadeia. O delegado disse acreditar que não há traços de distúrbios mentais no suspeito.

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas foram mortas a facadas e estavam em quartos separados. A mulher teria tentado fugir das agressões, mas foi a primeira a ser morta. Já o menino teria sido assassinado enquanto dormia.

Segundo o delegado Cleber Lima, ele estaria revoltado depois de ter descoberto uma traição da mulher.

? Ele conseguiu descobrir, por meio de software de informática, que ela estava mantendo relacionamento com uma outra pessoa. Isso foi o estopim para essa tragédia.

Fonte: r7