Suspeito de postar comentários racistas contra Maju é identificado

A pena para quem comete crime de discriminação é de até 5 anos

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) identificou um adolescente de 15 anos como sendo suspeito de ter postado ofensas racistas na internet contra a jornalista Maria Júlia Coutinho, a Maju, da Globo. O menor mora em Carapicuíba (Grande São Paulo). Ele foi ouvido e, em seguida, liberado.

Os comentários foram publicados por vários usuários do Facebook na página oficial do Jornal Nacional, na rede na última quinta-feira (2). Um printscreen dos xingamentos circulou pela web e causou revolta em outros internautas.

Um inquérito para investigar o crime de prática de discriminação ou preconceito de raça foi instaurado pela Decradi. Para chegar ao primeiro suspeito, os policiais rastrearam as imagens com as mensagens ofensivas e fizeram buscas nas redes sociais para identificar os perfis dos envolvidos.Dados cadastrais e números de IPs também foram solicitados ao Facebook.

A pena para quem comete crime de discriminação racial é de dois a cinco anos e multa. No caso do adolescente, trata-se de um ato infracional. A critério da Justiça da Infância e da Juventude, ele poderá responder a alguma medida socioeducativa.

Maju é a primeira mulher negra a apresentar a previsão do tempo no Jornal Nacional.


Image title

Image title

Fonte: Com informações da Folha