Suspeito é amarrado a poste após assalto em lanchonete com amigo

Suspeito é amarrado a poste após assalto em lanchonete com amigo

Chaves e outro rapaz chegaram à lanchonete em uma motocicleta e saíram em seguida com R$ 2.000

Um rapaz de 26 anos foi amarrado a um poste em Itajaí (88 km de Florianópolis), depois de um assalto a uma lanchonete na periferia da cidade.

As informações são da Polícia Militar do Estado. O roubo foi registrado às 14h de hoje, segundo o boletim de ocorrência.

O comando local da PM afirmou que chegou ao local "três minutos depois" e que encontrou Rafael Assis Chaves preso por cordas a um poste no bairro Cordeiros.

O delegado Gilberto Cervi Silva, da CPP (Central de Plantão Policial) da cidade, disse que Chaves foi "amarrado por moradores". O policial declarou que não abrirá inquérito para investigar quem imobilizou o rapaz.

"Ele é um vagabundo, já tem um monte de passagens [na polícia]", disse, sem detalhar os crimes pelos quais o preso já teria respondido.

De acordo com o delegado, Chaves estava machucado no momento em que foi resgatado do poste. "Mas é só coisa leve", completou.

Ao ser interrogado na CPP, o preso não disse quem o amarrou e declarou que "só falaria em juízo", ainda segundo o delegado.

Chaves foi autuado em flagrante por roubo e seria encaminhado a um presídio da cidade até o final da noite. A reportagem não conseguiu localizar um advogado do preso nem algum de seus familiares.

Prejuízo

De acordo com a Polícia Militar, Chaves e outro rapaz chegaram à lanchonete em uma motocicleta e saíram em seguida com R$ 2.000.

Chaves, segundo a corporação, foi pego ao tentar embarcar na moto. O parceiro conseguiu escapar a pé e até as 19h de hoje não havia sido localizado.

O dono da lanchonete disse em depoimento à Polícia Civil que a dupla estava armada e que também tentou atacar clientes do estabelecimento.

Itajaí, no litoral norte de Santa Catarina, é uma das cidades mais ricas do Estado, com economia baseada na movimentação do porto local.

O caso registrado no município lembra o episódio envolvendo o adolescente encontrado nu e preso com cadeado de bicicleta a um poste do Rio de Janeiro, no dia 31 de janeiro. Um outro caso semelhante ocorreu neste ano na Bahia.

Fonte: Folha