Suspeitos de cometer crimes por ordens de detentos são presos

Segundo delegado, dois detidos são suspeitos de pelo menos cinco mortes


Suspeitos de cometer homicídios por ordens de detentos são presos

A Polícia Civil deflagrou uma operação na manhã desta terça-feira (16) contra homicídios na Região Metropolitana de Porto Alegre. Segundo o delegado Maurício Barcelos, da 1ª DP de Alvorada, as investigações começaram em junho deste ano. Cerca de 50 policiais tinham o objetivo de cumprir 12 mandados de busca e dois de prisão.

Até as 7h45 dois homens foram presos. Segundo a polícia, eles são suspeitos de cometer pelo menos cinco homicídios por ordens de detentos. Os homicídios estão relacionados ao tráfico de drogas. "Até o momento são dois presos, mas a partir deles pretendemos identificar outros elementos e concluir com mais prisões. Os detentos, que são integrantes da quadrilha Bala na Cara, passavam ordens de dentro de presídios", disse o delegado.

A polícia prefere não revelar os presídios onde estão estes detentos que passariam as ordens. Ainda segundo o delegado, os suspeitos foram identificados através de escutas telefônicas realizadas durante a investigação. Todas as mortes investigadas ocorreram em Alvorada.

Conforme o delegado Maurício Barcelos, buscas ainda serão realizadas no decorrer desta terça. Pela manhã, na área onde os policiais cumpriam os mandados, foram apreendidas caixas com cigarros sem procedência dentro de um bar. A apreensão, no entanto, não tem relação com a operação.

Fonte: G1