Suspeitos de estupro, músicos cancelam show em festival

O advogado do grupo afirmou que os jovens estavam inseguros.

A banda de pagode New Hit, cujos integrantes são suspeitos de estuprarem duas adolescentes de 16 anos em Ruy Barbosa (BA) cancelaram o show que fariam no festival de Pagode Salvador, no próximo dia 21. O advogado do grupo afirmou que os jovens "estavam inseguros devido à repercussão negativa do caso".

"Foi uma série de fatores que levaram o grupo a tomar essa decisão. Os próprios pais dos integrantes da banda, todos muito jovens, estão preocupados e acharam melhor suspender", disse o advogado Cleber Nunes Andrade. Segundo ele, não há previsão para a volta do grupo.

Na quinta-feira, a Skol comunicou em seu site que desistiu de patrocinar o festival. "Em respeito aos consumidores, a marca decidiu e gostaria de comunicar que suspendeu o patrocínio ao evento até que a questão envolvendo uma das bandas do festival seja esclarecida", anunciou a empresa.

A Salvador Produções, responsável pelo festival, disse que o evento vai acontecer normalmente, com os outros sete shows que estavam previstos.

Os pagodeiros conseguiram na terça-feira um habeas-corpus da Justiça baiana. Eles saíram da prisão na quarta, se dizendo muito felizes. "A Justiça de Deus não falha", disse um dos integrantes.

Nove integrantes do grupo de pagode e o segurança da banda foram presos no último dia 26 de agosto, suspeitos de estuprar duas adolescentes de 16 anos dentro de um trio elétrico no município de Ruy Barbosa. Segundo policiais da delegacia da cidade, as meninas disseram ter entrado no veículo para tirar fotos com os artistas, porém foram levadas ao banheiro do trio elétrico e teriam sido estupradas.

Fonte: Terra