Suspeitos de matar família de empresário em SP tinham dinheiro a receber de vítima

A polícia considera o caso já esclarecido, com base na perícia e nos depoimentos

Dois dos homens presos por suspeita de assassinar um casal e suas duas filhas em Americana, a 127 km de São Paulo, tinham dinheiro para receber do empresário Robson Douglas Tempesta, uma das vítimas. Segundo a polícia, os dois eram ex-funcionários do empresário. Além dos homens, a mulher de um deles foi presa na madrugada desta terça-feira (27).

A polícia considera o caso já esclarecido, com base na perícia e nos depoimentos. O empresário e sua mulher, Ana Paula Tempesta, foram atingidos por 16 tiros no dia 14 de janeiro. De acordo com a polícia, uma única pessoa disparou todas as vezes.

As duas filhas do casal, Camila, de 8 anos e Laura, de 1 ano e meio, foram mortas por estrangulamento e encontradas por um lavrador às margens de uma rodovia em Elias Fausto, a 126 km da capital paulista.

Segundo as primeiras informações, os três presos foram levados para delegacias diferentes da cidade.

Fonte: g1, www.g1.com.br