Suspeitos de matar William Morais são indiciados por latrocínio

Suspeitos de matar William Morais são indiciados por latrocínio

Segundo a investigação, o atleta foi morto com um tiro nas costas

A Polícia Civil de Minas Gerais indiciou os três suspeitos de matar o jogador William Morais, 19 anos, no dia 6 de fevereiro, por latrocínio - roubo seguido de morte. O inquérito foi concluído nesta terça-feira e encaminhado ao Ministério Público. Morais era jogador do Corinthians e estava emprestado ao América-MG.

Segundo a investigação, o atleta foi morto com um tiro nas costas depois que os suspeitos tentaram roubar uma corrente de ouro que ele usava no pescoço. O delegado Frederico Grossi informou que Darrison Ferraz da Silva, 18 anos, confessou ter atirado no jogador. Em depoimento, o jovem afirmou que atirou em legítima defesa, já que Morais não teria gostado de uma suposta "cantada" à mulher que o acompanhava.

Entretanto, o delegado disse não acreditar nessa hipótese, já que "o laudo da perícia e o depoimento de testemunhas desmentem essa versão". O suspeito Daivisson Carlos Basílio Moreira, 23 anos, negou a participação no crime e Hebert Silva Lopes, 18 anos, não quis responder às perguntas dos policiais nos depoimentos.

Fonte: Terra, www.terra.com.br