Taxista é preso por suspeita de estupro

Segundo delegado, cena foi registrada por câmera de segurança

Um taxista de 62 anos foi preso, nesta quinta-feira (10), sob suspeita de estuprar uma menina de 4 anos, na sexta-feira (4), em Itabuna (BA). Segundo o delegado Moisés Nunes Damasceno, responsável pela investigação do caso, o crime foi registrado por uma câmera do sistema de segurança da loja de conveniência onde a criança e o suspeitos estavam.

"As imagens mostram o taxista beijando a criança várias vezes na boca, esfregando a vítima em suas pernas e cometendo atos libidinosos. As imagens foram trazidas pelos donos da loja e começamos a investigar o caso", disse o delegado.

Ainda segundo ele, o mandado de prisão temporária foi expedido na quarta-feira (9). "Ele será processado por estupro de vulnerável, de acordo com a Lei 1215 do Código Penal Brasileiro, que foi alterado e mudou a configuração legal que o estupro tinha antigamente."

O delegado informou que o taxista, em depoimento, negou o crime. "Ele nos disse que agiu como um avô com uma neta. Que os carinhos que fez na criança eram de avô, pois conhecia a criança por ser vizinho do estabelecimento."

A criança é filha de uma funcionária da loja de conveniência e deve receber acompanhamento psicológico. "O taxista foi levado para o Conjunto Penal de Itabuna, onde vai aguardar o fim do processo", disse o delegado.

Fonte: g1, www.g1.com.br