Taxista sequestrado pula de carro em movimento

Ele ficou preso na janela e os assaltantes tentaram puxá-lo, mas não conseguiram

Um taxista tentou pular de um carro em movimento na Marginal Pinheiros, na cidade de São Paulo, na quinta-feira (14), para escapar de um sequestro.

Segundo a polícia, o taxista estava sentado no banco de trás cercado por dois suspeitos. No assoalho do carro, havia duas mulheres sentadas. Quando o trânsito ficou mais lento, ele pisou numa das mulheres para tomar impulso e tentou saltar pela janela. Ele ficou preso na janela e os assaltantes tentaram puxá-lo, mas não conseguiram e o empurraram para fora do veículo.

O taxista caiu no espaço entre a pista e a mureta de proteção e assim não correu o risco de ser atropelado pelos outros carros que passavam pela pista expressa da marginal. Ele foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e levado para um hospital com ferimentos leves. Ele deve ter alta na manhã desta sexta-feira (15).

O taxista recebeu um telefonema dos suspeitos combinando a corrida em Praia Grande, no Litoral Sul, a 71 quilômetros de São Paulo, onde trabalha. Quando estava no carro com o grupo foi surpreendido pelo anúncio do sequestro.

Um colega da vítima que conversou com ele e não quis de identificar disse que o amigo escapou por um milagre. ?Ele veio subindo a serra e eles [os criminosos] ameaçando, [dizendo] que ele ia voltar um presunto, que ele não iria mais voltar com vida pra Baixada [Santista]?.

Os criminosos seguiram em direção à cidade de Jundiaí, a 58 quilômetros de São Paulo, mas, na Rodovia Tancredo Neves, eles bateram em outro carro, abandonaram o táxi e fugiram a pé. Três ocupantes do carro atingido pelo táxi ficaram feridos. Um deles está internado em estado grave.

Fonte: g1, www.g1.com.br