Delegacia está preparada, diz delegada de crimes virtuais

Delegacia está preparada, diz delegada de crimes virtuais

Senado aprovou nesta quinta-feira a “Lei Carolina Dieckmann”, para punir crimes cibernéticos

Com a aprovação da ?Lei Carolina Dieckmann?, o trabalho da delegada Carla Caldas será facilitado. Ela é responsável pela Delegacia de Crimes Virtuais, em Teresina. ?Nós agimos sempre de acordo com o código penal, e agora teremos leis específicas para esses casos de crimes cibernéticos?, disse a delegada. Carla deu entrevista ao programa Agora desta tarde na Rede Meio Norte.

O projeto de Lei da Câmara (PLC) 35/2012 prevê caracterizar como crime infrações cibernéticas, como roubo de senhas ou dados, invasão de computadores, derrubada de sites, entre outros. A pena vai até dois anos de detenção, mais multa. A lei recebeu o nome de ?Lei Carolina Dieckmann? por ter entrado em discussão após as fotos da atriz vazarem na web.


?Temos toda condição de identificar suspeito?, afirma delegada de crimes virtuais

Segundo Carla Caldas, a Delegacia de Crimes Virtuais de Teresina está equipada, e com policiais treinados para conseguir identificar qualquer criminoso. Os agentes da capital e de cidades do interior receberam, há algumas semanas, um treinamento com um policial do Rio Grande do Sul, logo que a delegacia foi preparada. Carla disse que a delegacia já tem investigações correndo e já indiciou alguns criminosos, apesar de ser nova.


?Temos toda condição de identificar suspeito?, afirma delegada de crimes virtuais

A atriz Carolina Dieckmann teve fotos íntimas suas divulgadas na internet (Foto: Reprodução)

A Delegacia de Crimes Virtuais fica na Praça Saraiva, na sede da Delegacia Geral da Polícia Civil.

Fonte: Andrê Nascimento