Teresina é uma das capitais mais violentas do Brasil

Os crimes violentos letais correspondem a 53,06% das mortes

Os dados da 9ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública colocam Teresina como uma das capitais mais violentas do Brasil, correspondente ao número de crimes violentos letais no ano de 2014 (53,06%).

O levantamento aponta que a capital piauiense ocupa a 6ª posição do ranking nacional e constatou que teve mais de uma morte por dia, ficando com a média de 1,2 morte diária. Ao todo são 450 homicídios em um ano, uma taxa de 53 assassinatos a cada 100 mil habitantes. O percentual de violência é realizado com base somente na quantidade de crimes violentos letais.

A pesquisa também constatou que houve queda no investimento realizado na segurança pública do Piauí. O secretário de Segurança do Piauí, Fábio Abreu, destacou que as quedas nos investimentos ocorreram durante a administração anterior e que, por isso, os índices de criminalidade do Estado e da capital aumentaram. Ele acrescentou que o ano de 2014 foi para Teresina o pior ano em relação à violência.

Image title


“Nós temos mostrado em 2015 uma redução de 25% desses dados em relação ao mesmo período do ano passado e a tendência nossa é chegar a uma redução de 30% até o final do ano, ou seja, nós conseguimos controlar e reduzir esses índices e temos projetos para que esses números possam reduzir cada vez mais”, afirmou.

A região Nordeste concentra os índices mais alarmantes. A cada meia hora uma pessoa foi assassinada em capitais brasileiras no ano passado. Sendo 15.932 mortos violentamente, representando uma alta de 0,8% em relação a 2013.

Fortaleza, no Ceará, lidera o estudo, com 77,3 mortos a cada 100 mil habitantes, seguida por Maceió, São Luís e Natal. São Paulo tem a taxa mais baixa, de 11,4.O levantamento é feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e divulgado anualmente.

Número de homicídios vem caindo em 2015

Em contrapartida aos dados referentes a 2014, Teresina registrou em agosto deste ano a maior queda do ano no índice de homicídios dolosos. Os dados da Secretaria Estadual de Segurança revelam que o número de vítimas de homicídios na capital caiu de 47, em agosto de 2014, para 23, em agosto deste ano, alcançando uma redução de 51%.

Anteriormente o melhor resultado havia sido obtido em abril, quando os assassinatos na capital caíram 45,16%.

Fábio Abreu afirmou que o objetivo é procurar ter mais investimentos na segurança pública do Estado. “Nós vamos procurar investir na tecnologia, inteligência e reposição de efetivo e na parte estrutural da própria Secretaria e policiais para realizar os projetos de investimentos em todo Piauí”, destacou.

No interior, a queda no índice de homicídios no último mês foi de 3,7% considerando todo o Estado, foram 49 homicídios dolosos registrados em agosto contra 74 no mesmo período do ano passado, representando um percentual de redução de 33,78%.

O levantamento revela ainda redução nos assassinatos nos oito primeiros meses deste ano. De janeiro a agosto foram contabilizados no Piauí 368 vítimas de homicídios. Em 2014, foram 426 casos no mesmo período, o que significou uma queda de 13,61%.

Fonte: Waldelúcio Barbosa