Terrenos baldios favorecem ação de bandidos em THE

Terrenos baldios favorecem ação de bandidos em THE

Portal da Esperança é alvo de assaltos.

Os moradores do Portal da Esperança, localizado na zona Norte de Teresina, estão amedrontados com a onda de assaltos que, segundo eles, acontecem não só à luz do dia, mas, principalmente, à noite. Eles dizem ainda que muitos dos assaltos ocorrem por conta de inúmeros terrenos baldios, cheios de mato, o que favorece a ação dos desocupados, e pelo difícil acesso das viaturas de polícias às ruas do local, por conta da falta de calçamento.

?Aqui, são comuns os arrombamentos às residências e assaltos aos moradores, no meio das ruas. Quando as pessoas retornam do centro da cidade ou de outro local, tanto faz ser durante o dia ou à noite, elas têm que ligar para suas casas e pedir que alguém vá buscá-las na parada de ônibus, que fica no Nova Theresina ou no Pedra Mole. Porque se alguém descer do ônibus e for sozinho para casa, com certeza será assaltado. Os ladrões se escondem nos matos e ficam de tocaia para assaltar os transeuntes?, comenta a presidente da Associação de Mães do Portal da Esperança, Berciana Maria de Sousa.

O morador do lugar, Ribamar Costa, entende que a falta de políticas públicas emperra o desenvolvimento de uma comunidade. Na opinião do morador, a população também tem sua parcela de culpa, por não cobrar, de maneira adequada, os seus direitos enquanto cidadãos. ?Faltam políticas públicas e um melhor gerenciamento em relação a aplicação de recursos, de acordo com a necessidade de cada comunidade. Nosso papel é cobrar do poder público os nossos direitos. Aqui, no Portal da Esperança, temos muitos problemas, mas o maior deles é a falta de segurança?, enfatiza.

Ele diz ainda que a falta de segurança está atrelada a outros fatores, como a falta de ruas pavimentadas, para melhor trafegabilidade de veículos e pessoas a pé, a limpeza das ruas, no caso o roço do mato nas laterais das ruas e em terrenos baldios, entre outros. ?Se um local não tem ruas calçadas ou asfaltadas, fica difícil trafegar o carro de coleta de lixo, o carro da polícia, uma ambulância quando a população precisa, entre outras necessidades?, reforça Ribamar Costa, acrescentando que em casos como esse, fica difícil também para um atendimento de urgência, no caso de atendimento a uma pessoa doente às residências ou mesmo da polícia, no caso de assaltos ou arrombamentos.



Somente uma rua recebeu calçamento até agora

O local, de acordo com Berciana, tem dez anos de existência e apenas uma rua calçada, através do Orçamento Popular de 2010, obra executada no ano passado. As ruas, diz ela, estão precisando com urgência de serem roçadas e consequentemente calçadas. ?Há três anos as ruas do Portal da Esperança não são roçadas.

O mato está cobrindo as margens das ruas e em alguns locais os terrenos baldios servem de esconderijo para os marginais. Já fizemos quatro solicitações em relação à limpeza das ruas junto a Superintendência de Desenvolvimento Norte (SDU/Norte) e não fomos atendidos. Fora o calçamento, que também temos cobrado?, lamenta.

Outra moradora, a dona de casa Maria da Guia Soares, comenta sobre o lixo acumulado nas ruas, por falta da coleta. Ela acredita que o carro de coleta de lixo não passa nas ruas do Portal da Esperança devido à precariedade das ruas.

?O lixo é outra das nossas preocupações. Temos que levar o lixo para a única rua que tem um pedaço de calçamento, mas muitas pessoas não fazem isso, ou seja, elas acabam jogando o lixo em terrenos baldios, próximo às casas, o que termina prejudicando a saúde de todos os moradores?, observa. Os entrevistados entendem que falta também a educação das pessoas em não jogar lixo nas ruas, mesmo não tendo a coleta, ou seja, que eles deveriam deixar o lixo na rua por onde passa o carro da coleta.



População tem dificuldades com transporte público na região

Os usuários de transporte coletivo do Portal da Esperança precisam pegar o ônibus para se deslocarem para outros locais da cidade nas paradas de ônibus dos bairros Pedra Mole e Nova Theresina, o que dificulta a vida da população. Segundo eles, o local dispõe de serviços de vans, mas este encerra às 20 horas e quem está nas ruas fica sem ter como voltar para casa ou se ?obriga? a pagar um mototáxi.

?Como a população já sabe que depois das vinte horas não tem mais transporte coletivo, a não ser os que trabalham no Pedra Mole e Nova Theresina, e pelo fato de as paradas de ônibus serem muito longe do Portal da Esperança, ninguém sai de casa depois das sete horas da noite, a não ser quem precisa mesmo, como é o caso de alguns alunos ou trabalhadores. Ou seja, nós vivemos o ?toque de recolher? no dia a dia?, reitera.

O Portal da Esperança tem dez anos de existência, cerca de cinco mil e quinhentos moradores e um total de dezesseis ruas.

SDU garante limpeza da área do bairro

O superintendente de Desenvolvimento Urbano Centro/Norte (SDU/Centro-Norte), Ribamar Bastos, informou que os serviços de roço e capina do Portal da Esperança serão realizados daqui a uma semana, ou no máximo dez dias. Em relação ao calçamento, ele disse que não tem ainda uma previsão para a pavimentação das ruas do local.

Segundo ele, a única previsão de a pavimentação das ruas ser feita é através do Orçamento Popular deste ano, para ser realizado no próximo ano.

?O lançamento do Orçamento Popular deste ano será realizado na próxima quarta- feira, às dez horas, na sede do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e pequenas Empresas) e contará com a participação de delegados de comunidades da zona Norte?, diz Ribamar Bastos, acrescentando que a zona Norte possui 52 bairros e vilas.

Fonte: Lindalva Miranda