Tio e sobrinho acusados de assalto são presos em Cocal

A prisão aconteceu nesta quinta-feira.

Uma ação integrada entre a Polícia Civil, Polícia Militar e Guarda Municipal resultou na apreensão de grande quantidade de entorpecentes, celulares, dinheiro e na prisão de um homem identificado como Josué Alves de Sousa, conhecido como "Josué Risca Faca", de 21 anos, e na apreensão de seu sobrinho, um adolescente de 17 anos. O fato aconteceu na tarde desta quinta-feira (01/06), no Bairro Ulisses em Cocal, município da região Norte do Piauí.

A dupla é apontada pelas investigações da Polícia Civil como sendo os autores de um assalto ocorrido no dia 23 de maio que teve como vitima o estabelecimento Ideal Cine Foto, de propriedade do fotógrafo Aírton Silva. Na tarde do dia seguinte (24) os agentes localizaram a moto utilizada pelos criminosos no assalto. Ela estava escondida dentro de uma mata situada na localidade Gado Brabo, zona rural da cidade. A motocicleta trata-se uma Honda CG 125 Fan KS, ano/modelo 2011, de cor preta, com placa NVA-4839/Sobral-CE, com registro de roubo/furto.

Com o trabalho investigativo já avançado a Delegada Daniella Dinali solicitou ao juiz da Comarca do município um mandado de busca e apreensão na casa onde residia Josué Risca Faca, situada no Bairro Ulisses, que segundo o levantamento da Polícia Civil era utilizada como ponto de tráfico de drogas.

Vale ressaltar que a polícia também já havia apurado que em desfavor do acusado constava um mandado de prisão preventiva em aberto, expedido pela Comarca de Chaval-CE, na qual ele encontrava-se preso respondendo pelo crime de tráfico de drogas, mas no ano de 2016 conseguiu fugir do sistema do prisional cearense.

Durante o cumprimento judicial o acusado ainda tentou se evadir, mas foi imobilizado pelas guarnições. 10 aparelhos celulares, uma quantia de R$ 283,00 (duzentos e oitenta e três reais) e um facão foram confiscados no interior da residência, entretanto, no telhado da casa vizinha um membro da guarda municipal localizou um embrulho plástico contendo 70 pedras de crack prontas para a comercialização e mais duas porções sólidas da mesma substância; 08 trouxinhas e uma porção de maconha prensada, além de um baseado pronto para o consumo.

Tio e sobrinho foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Cocal, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante. Conforme a lei brasileira o menor teve que ser liberado após prestar depoimento. Já o seu tio está recolhido em uma das celas aguardando a transferência para um presídio.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Blog do Coveiro
logomarca do portal meionorte..com