TJ: Arsenal guardado em depósitos chega a 304 armas no Piauí

TJ: Arsenal guardado em depósitos chega a 304 armas no Piauí

Falta de segurança e aumento de roubos preocupam, dizem especialistas

Há um verdadeiro arsenal estocado nos fóruns do país. É isso que mostra um levantamento inédito realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e obtido com exclusividade. Pelo menos 752.934 armas estão guardadas nos 27 Tribunais de Justiça do Brasil. O número é quase igual ao total de armas em poder dos órgãos de segurança pública do país (incluindo polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal e Força Nacional), que chega a 766.100 unidades, segundo levantamento de 2010 realizado pela Viva Rio com o Ministério da Justiça.

Dentre os estados, destaca-se o Rio de Janeiro, que tem sob tutela do Poder Judiciário cerca de 73% do total das armas nos fóruns do país. Procurada várias vezes durante dois dias, a assessoria do TJ do Rio não disse quais são os tipos de armas apreendidas, se todas as 552 mil armas ainda estão relacionadas a processos em andamento e o motivo de o número ser tão grande. O TJ informou apenas que "não possui depósitos de armas, e que as armas relacionadas a um processo ficam no depósito da Divisão de Fiscalização de Armas e Explosivos da Polícia Civil (Dfae)".

?Todas as armas envolvidas em ações são mantidas no depósito do Dfae até o fim do processo, pois são provas de crime?, informou a assessoria de imprensa do TJ-RJ. O conselheiro do CNJ Felipe Locke Cavalcanti diz ter ?se surpreendido? com o número. ?Quando começamos o cadastro de bens apreendidos, no final do ano passado, sabíamos que o número de armas era grande, mas não tínhamos ideia que era tanto?, afirma. O relatório foi realizado após a divulgação de várias notícias sobre furtos e roubos de armas nos tribunais. No Piauí, segundo a tabela divulgada, foram 304 armas apreendidas e que estão em poder da justiça.

Fonte: g1, www.g1.com.br