TJ decreta prisão preventiva de 11 flamenguistas por morte de vascaíno

Suspeitos respondem por homicídio qualificado e formação de quadrilha. Diego Leal foi morto a tiros e facadas antes de partida entre os clubes

A 2ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva de 11 torcedores do Flamengo, suspeitos de participar da morte do vascaíno Diego Martins Leal, antes da partida entre os dois clubes em agosto de 2012. Eles respondem a processo por homicídio qualificado e formação de quadrilha.

Os torcedores que tiveram a prisão preventiva expedida são Thiago Bruno Mendonça, Jofre Nascimento, Carlos Renato Santos, Anderson Mendes da Silva, Thiago de Oliveira Ramos, Fernando Porto de Oliveira, Alan Flores, Alexandre Medeiros, Diego da Silva Antunes, Alessanderson Piedade e Daniel Monteiro Abreu.

Os dois últimos foram presos um dia após a morte de Diego Leal. Em novembro, a polícia prendeu mais oito flamenguistas, suspeitos de participar do assassinato, na Operação "Fair Play". Jofre Nascimento foi preso em dezembro.

O torcedor do Vasco da Gama Diego Martins Leal, de 30 anos, foi morto por tiros e facadas em 19 de agosto durante uma suposta briga entre torcidas, antes de um clássico no Estádio do Engenhão, válido pelo Campeonato Brasileiro.

Fonte: G1