Recurso negado: TJ mantém prisão de  Correia Lima

Recurso negado: TJ mantém prisão de Correia Lima

A Câmara Criminal manteve a pena aplicada pelo juiz Antônio Noleto.

A Segunda Câmara Criminal Especializada do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), composta pelos desembargadores Erivan Lopes, Joaquim Santana e Sebastião Martins, por unanimidade, negou recurso do ex-coronel da Polícia Militar do Piauí, José Viriato Correia Lima, da decisão de primeira instância que o condenou a 47 anos e três meses de prisão em regime fechado.

A Câmara Criminal manteve a pena aplicada pelo juiz Antônio Noleto, titular do Tribunal Popular do Júri de Teresina. O ex-coronel foi condenado pela morte de Hélio Araújo Silva e Einaldo Liberal Xavier Júnior, ocorrido em 1998, no caso conhecido como dos ?Queimados?. O julgamento de Correia Lima, que aconteceu em fevereiro deste ano, durou 16 horas e foi um dos mais longos da história da Justiça do Piauí.

Correia Lima, após quatro adiamentos, foi a julgamento e o Tribunal Popular do Júri decidiu que o mesmo era culpado das acusações feitas pelo representante do Ministério Público Estadual, promotor de Justiça Eliardo Cabral.

O relator do processo e presidente da Segunda Câmara Criminal Especializada, desembargador Erivan Lopes, em seu relatório descreveu a maneira bárbara como o crime foi cometido e pediu manutenção da decisão do Tribunal Popular do Júri, confirmando a pena de 47 anos e três meses de prisão. Os outros dois integrantes da Câmara votaram com o relator.

Fonte: João Carvalho