Torcedor é morto com tiro no pescoço

Lucas foi socorrido em estado grave, mas não resistiu ao ferimento

Torcedores de Cruzeiro e Atlético Mineiro protagonizaram neste domingo (15) cenas de violência em Belo Horizonte e região metropolitana antes do clássico válido pela 5.ª rodada do Campeonato Mineiro. Na ocorrência mais grave, o torcedor atleticano Lucas Batista Marcelino, de 20 anos, morreu ao ser atingido por um tiro no pescoço.

De acordo com a Polícia Militar, por volta de 12 horas, um grupo de cerca de 70 torcedores do Atlético, que se concentrava na avenida Silviano Brandão, no bairro Horto, região leste, foi alvo de tiros disparados por dois homens que estavam nas garupas de duas motos.

Lucas foi socorrido em estado grave, mas não resistiu ao ferimento e faleceu após dar entrada no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. Um outro torcedor do Atlético ficou ferido.

O menor G.S.B., de 16 anos, foi atingido nas nádegas e encaminhado também para o Hospital João XXIII. Ele foi operado para a retirada da bala, mas não corre risco de morrer.A PM fez buscas nas imediações e dois suspeitos foram presos e levados para a Delegacia Seccional Sul.

A política não sabe se o crime tem relação com torcidas organizadas. Segundo a PM, os torcedores do Atlético que estavam no ponto de ônibus se envolveram em um outro confronto com torcedores do Cruzeiro.

De acordo com o major Idzel Fagundes, assessor de comunicação organizacional da Polícia Militar, a motivação do crime estava sendo investigada.

Fonte: g1, www.g1.com.br