Polícia prende grupo que atacou torcedores no Centro de SãoPaulo

Polícia prende grupo que atacou torcedores no Centro de SãoPaulo

Grupo que usava capuzes lançou bombas e arrancou bandeiras. Mais de 10 pessoas foram presas quando tentavam fugir em um ônibus.

Um grupo encapuzado atacou torcedores no Vale do Anhangabaú, no Centro de São Paulo, no começo da tarde desta quinta-feira (19), de acordo com testemunhas. O ataque ocorreu a poucos metros da Fifa Fan Fest.

Quinze pessoas foram presas depois do tumulto, segundo o Comando de Policiamento da Copa (CPCopa) da Polícia Militar.

A agressão ocorreu na frente de dois bares localizados no começo da Avenida São João. Segundo a PM, um bomba foi jogada contra torcedores ingleses que estavam no Bar Guanabara e na lanchonete Planeta Fruta.

Os agressores também arremessaram morteiros e arrancaram bandeiras dos torcedores. Na sequência, o grupo fugiu e tentou entrar em um ônibus do sistema de transporte municipal.

A Polícia Militar perseguiu os suspeitos. Os detidos foram levados no próprio ônibus 930P-10 Terminal Pinheiros para o 77° Distrito Policial, em Santa Cecília. Segundo a PM, foram apreendidos seis rojões, um soco-inglês, um punhal, um protetor bucal de luta e fogos de artifício.

Bares seguem abertos

De acordo com funcionários do Bar Guanabara, apesar da correria e do tumulto, nenhum cliente ficou ferido. O estabelecimento manteve o funcionamento nesta tarde.

Também afetado pelo tumulto, o proprietário do Planeta Fruta, Reginaldo Pereira, disse que a ação pareceu uma tentativa de arrastão. "Toda vez que tem evento grande acontece isso. Todo mundo correu, o bar ficou vazio." Ele disse que não havia policiais na frente do bar, que fica ao lado da Fan Fest.


Torcedores são atacados por grupo no Centro de São Paulo

Após a confusão, os torcedores ingleses ocuparam a área novamente. Segundo um torcedor da Irlanda do Norte que se identificou apenas como Dallas e estava no local na hora do ataque, os policiais que estavam no local não fizeram nada para deter os agressores. "Os caras pularam em um ônibus para tentar escapar e aí a polícia foi atrás deles", diz.

Dallas tirou fotos das bombas apreendidas e diz que não teve medo. "Sou da Irlanda do Norte. Tem bombas lá também. Isso não me assusta", diz.


Torcedores são atacados por grupo no Centro de São Paulo

Fonte: G1