Trabalhador rural é suspeito de estuprar filha paraplégica de 4 anos

A criança e a mãe estão sendo acompanhadas por psicólogos e assistentes sociais

Um trabalhador rural de 26 anos foi preso preventivamente em Várzea da Roça (BA), a 232 quilômetros da capital, por suspeita de ter estuprado a filha paraplégica de 4 anos. O abuso ocorreu em 28 de outubro, no povoado de Itaitu, em Jacobina, onde a família reside.

Em depoimento à polícia, a mãe da criança contou que no dia do crime foi até uma agência bancária do município e deixou a filha aos cuidados do pai. Ao retornar, encontrou a menina ensanguentada no quintal da casa e uma bermuda do marido com marcas de sangue. Ele conseguiu fugir antes de ser denunciado.

Após mandado expedido pela Justiça, o homem foi detido no dia 27 de novembro, mas a prisão só foi divulgada pela Polícia Civil na segunda-feira. A criança e a mãe estão sendo acompanhadas por psicólogos e assistentes sociais.

Fonte: Terra