Traficante é presa com 200 pedras de crack e meio quilo de maconha em Fortaleza

47 pontos de venda de drogas foram fechados e 65 traficantes presos

Presa duas vezes pela Polícia Federal e outras tantas pela Polícia Civil, Maria Zélia Lima, 53 anos, conhecida como ´Zélia Bindá´ - e velha conhecida da Polícia cearense -, foi capturada mais uma vez. Acusada de tráfico de crack e maconha, Zélia foi presa pela equipe da Delegacia de Narcóticos (Denarc) na madrugada do último sábado (28), no Alto Alegre, em Maracanaú, durante mais uma investida da ´Operação Tentáculos´. A operação já conta com 47 pontos de venda de drogas fechados e 65 traficantes presos na Grande Fortaleza.

O último flagrante ocorreu no ponto em que, segundo a Polícia, ela coordenava a venda de drogas naquela área da Região Metropolitana. ´Zélia Bindá´ foi presa na Rua Benigno Pereira, junto com Francisco Antônio Silva Araújo, de 30 anos. ´Ela coordenava o tráfico e ele armazenava e vendia a droga´, explicou o delegado César Wagner Maia Martins, titular da Denarc.

Segundo o delegado, a solicitação da prisão da traficante partiu do próprio secretário de Segurança Pública, Roberto Monteiro. ´Ele participou de uma reunião com lideranças comunitárias de Maracanaú e as pessoas se mostravam incomodadas com a ocorrência do crime praticado por ela na área´, disse.

Com a dupla foram apreendidas 200 pedras de crack, meio quilo de maconha e, ainda, R$120,00 em espécie, além de celulares. Segundo o delegado, o ´esquema de tráfico que era comandado por Zélia envolve principalmente o Parque Jerusalém e o Alto Alegre.

A família da traficante mais conhecida do Ceará já tem um verdadeiro histórico de envolvimento no mundo do crime. Francisco Celiano Chaves Tabosa, o ´Cascavel´, marido de ´Zélia Bindá´, foi preso em junho do ano passado, também pela equipe da ´Narcóticos´. Ela tinha sido presa e, conforme a Polícia, Francisco Celiano assumira o comando do tráfico no Alto Alegre.

Celiano foi capturado, na época, com outro comparsa. Com a dupla, os policiais apreenderam 700 gramas de crack e 65 gramas de maconha, além de pequena quantidade de cocaína, certa quantia em dinheiro, cheques, cartões de crédito, celulares, uma balança de precisão e agendas com a movimentação financeira do tráfico, uma delas alcançando R$ 29 mil.

Além do marido, ´Zélia Bindá´ tem, atualmente, um filho preso e um irmão sendo procurado pela Polícia. Alexandre Lima Costa, o ´Alex Bindá´, filho da traficante, foi preso em março de 2007 em um assalto do tipo ´saidinha´, contra o funcionário de uma empresa que tinha acabado de sacar 10 mil reais em uma agência bancária na Avenida Bezerra de Menezes. ´Alex Bindá´ já foi preso cerca de 20 vezes. Em seu ´currículo´ de crimes, passagens por assaltos a bancos, latrocínio e seqüestro.

Já o irmão de Zélia, ´Antônio Bindá´, está sendo procurado pela Denarc, também por tráfico de entorpecentes.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br