Traficante é preso por atear fogo no rosto de sua ex-companheira

Traficante é preso por atear fogo no rosto de sua ex-companheira

A ex-companheira ainda acusa o traficante de forçá-la a fazer uma tatuagem em seu braço.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, na tarde de quinta-feira, um traficante de 27 anos acusado de atear fogo no rosto de sua ex-companheira e deixá-la em cárcere privado durante um dia inteiro. O crime ocorreu no último domingo.

A ex-companheira ainda acusa o traficante de forçá-la a fazer uma tatuagem em seu braço. Após conseguir fugir, a mulher foi até a 32ª DP (Taquara) e denunciou o crime. Em diligência, os policiais conseguiram prender Deivisson Marcos Oliveira de Souza, conhecido como Marquinho ou MK, que estava foragido no interior da Cidade de Deus.

Em consulta ao banco de dados da Polícia Civil, os policiais constataram a existência de três mandados de prisão pendentes contra Marquinho - por tráfico de drogas e roubo. Ele será apresentado na manhã desta sexta-feira, na sede da 32ª DP.

Fonte: Terra