Traficante oferece R$ 30 mil para não ser preso; matou um policial

Ele foi autuado por corrupção ativa, após oferecer a quantia de R$ 30 mil aos policiais para não ser preso.

Policiais da 62ª DP (Imbariê) prenderam no último sábado Carlos Henrique Cabral Pereira, conhecido como 02 ou Branco, apontado como chefe do tráfico da comunidade Santa Lúcia, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A informação foi divulgada nesta segunda-feira pela assessoria de imprensa da Polícia Civil. Ele é suspeito de ter matado, a tiros, o policial militar Fábio Barbosa da Silva no último dia 12 de março na comunidade Santa Lúcia.

Na ocasião, a vítima chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Carlos Henrique foi preso em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de armas por policiais do 15º BPM (Caxias), que também estavam à sua procura. Ele ainda foi autuado por corrupção ativa, após oferecer a quantia de R$ 30 mil aos policiais para não ser preso.

Em depoimento, o criminoso confirmou ser gerente do tráfico de drogas em Santa Lúcia e confessou ser o autor da morte do PM. Segundo o titular da 62ª DP, delegado Hilton Alonso, as investigações continuam para combater o tráfico de drogas naquela localidade.

Fonte: ODIAONLINE