Traficante suspeito de matar PMs é achado morto com 10 perfurações

Ele se intitulava como "matador de policiais"

A polícia encontrou o corpo do traficante Luan Lopes da Silva, conhecido como Luanzinho. O corpo estava próximo ao presídio Juíza Patrícia Acioli, perfurado por dez tiros de fuzil e de pistola. Luanzinho é apontado como um dos responsáveis pelos ataques que deixaram três policiais militares mortos desde a semana passada no Rio de Janeiro.

Image title

A delegacia ainda não tem suspeitos, mas vai buscar informações que levem aos autores do crime, por meio da perícia e de câmeras de segurança.

Uma equipe de peritos reconheceu o corpo pela aparência e pelas tatuagens. Próximo ao cadáver havia um estojo de fuzil calibre 762. A polícia trabalha com a hipótese de execução.

Os agentes acreditam em duas possibilidades: do corpo ter sido levado ao local, onde mais tiros foram disparados contra o traficante, ou que a pessoa que aparenta ser Luanzinho tenha sido morta na própria Estrada do Comperj.

Luanzinho chefiava uma quadrilha na Favela de Manguinhos e se intitulava como "matador de policiais".


Fonte: Com informações do Jornal Extra