Transsexual diz ter sido estuprada mais de 2 mil vezes em prisão

“Somos seres humanos", afirmou a transsexual "Mary".

O Brasil é um dos países mais violentos do mundo. Uma pesquisa da organização não governamental (ONG) Transgender Europe (TGEU), mostrou que entre janeiro de 2008 e março de 2014, foram registadas 604 mortes no país contra travestis e transexuais. Os dados relacionados ao casos de estupros também são assustadores e assolam, inclusive, outras nações consideradas  'seguras', como a Austrália.

A transsexual “Mary”, como ela prefere se identificar, foi levada no ano de 1990 para uma cadeia de Boggo Road Prison, em Brisbane, na Austrália, acusada de  roubar um carro. Ela passou 10 anos cumprindo pena e relata momentos de terror, agonia e desespero. Além disso, afirma ter sido estuprada por mais de 2 mil vezes durante o período em que esteve presa. E não, não se trata de um dado ficcional. É real.

Durante fala com um veículo de comunicação do país, "Mary" contou que era obrigada a manter relação sexual com outros detentos em troca de proteção para garantir sua sobrevivência. Em outro momento da conversa, afirmou que sua companheira de cela, também trans, cometeu suicídio.

“Somos seres humanos e a maioria de nós nasceu assim e nós queremos apenas viver nossas vidas, mas somos ridicularizados pela sociedade porque nós temos a coragem de ser quem somos”, declarou.

Transsexual diz ter sido estuprada mais de 2 mil vezes em prisão
Transsexual diz ter sido estuprada mais de 2 mil vezes em prisão


Fonte: Com informações do Yahoo