Travesti denuncia dono de imóvel alugado por agressão

Após ser atendido num hospital com ferimentos no corpo todo, Sasha foi liberado

Um travesti foi agredido na madrugada de domingo em Ribeirão Preto (SP), a 313 km da capital do Estado, depois de ter se recusado a pagar uma multa para deixar o ponto em que trabalhava. Valdecir Pereira da Silva, que se apresentou como Sasha, 33 anos, registrou a ocorrência às 4h na 3ª Delegacia de Polícia da cidade.

De acordo com o relato, Sasha pagava R$ 30 por dia para morar e fazer programas em uma residência na rua Conselheiro Saraiva, na Vila Tibério. Tendo decidido sair do local, Sasha comunicou isso ao dono do imóvel, Luis Fernando Souza, que teria cobrado uma multa de R$ 3 mil. Diante da recusa em pagar, Souza teria agredido e ameaçado Sasha de morte.

Após ser atendido num hospital com ferimentos no corpo todo, Sasha foi liberado. A polícia vai abrir inquérito para apurar os fatos, e vai convocar Souza para dar a sua versão do ocorrido na delegacia nos próximos dias.

Fonte: Terra, www.terra.com.br