Travesti é agredida e morta a socos por um grupo de homens em SP

O caso foi registrado como homicídio simples

A travesti que atendia pelo nome social Laura Vermont, de 18 anos, morreu após ser espancada. A vítima foi agredida por um grupo de homens próximo a um posto de gasolina em São Paulo. A Polícia Militar informou que ao chegar ao local encontraram Laura ensanguentada.


Image title

Apavorada, a vítima tomou a direção da viatura policial, que estava ligada, e fugiu, mas acabou batendo o veículo poucos metros depois no muro de um prédio. Ela tinha ferimentos de cortes no couro cabeludo, hematomas nos membros inferiores e perfurações no membro superior esquerdo, segundo a PM.

A jovem foi levada para o hospital , mas não resistiu aos ferimentos. Constatada a morte, os pais procuraram a Polícia Civil para denunciar o caso.  O caso foi registrado como homicídio simples. Até o momento, os pertences da vítima não foram localizados




Fonte: Com informações do R7