Travesti é preso ao colar panfletos sexuais ao lado de delegacia

Laila disse que precisava de clientes, pois havia acabado de chegar de Minas Gerais.


Travesti é preso ao colar panfletos de propaganda sexual ao lado de delegacia

O travesti Alex Rinco Paiva, de 35 anos, conhecido como Laila, foi preso na última sexta-feira (1º) enquanto colava panfletos de propaganda nos quais anuncia os serviços sexuais que presta, na cabine de um telefone público, no centro do Rio.

Laina foi flagrada por agentes da Dcav (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima), já que o orelhão usado por ela para fazer propaganda fica ao lado da delegacia.

Ele recebeu voz de prisão e foi autuado por expor publicamente objeto obsceno. Aos policiais, Laila contou ser de Minas Gerais e que havia acabado de chegar ao Rio. Sem dinheiro, precisava de clientes para se manter.

Em depoimento, o travesti admitiu ser portador do vírus HIV e, por isso, também responderá por expor a vida ou saúde de outrem a perigo direto e iminente. Laila foi encaminhada à Secretaria Municipal de Assistência Social.

Fonte: r7