Travesti piauiense é preso em S.Paulo

Eles foram levados para o 3º Distrito Policial de São Bernardo e autuados por roubo.

Uma cafetina e dois dos travestis por ela gerenciados foram presos, na noite de quinta-feira, 29, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, após Lucas Bezerra e Silva, de 22 anos, conhecido por "Sabrina", e Antonio Isaac Azevedo, de 24, que utiliza o pseudônimo "Amanda", assaltarem um empresário de 40 anos, do ramo da construção civil, num semáforo na Avenida Brigadeiro Faria Lima, no centro da cidade.

Ao ter o notebook e um radiocomunicador roubados pelos dois travestis e testemunhar a dupla entrando num táxi, o empresário seguiu o veículo, que parou em frente a uma residência da Rua Matogrosso, no Parque Imigrantes. A vítima deixou o local e procurou ajuda numa base da 1ª Companhia do 40º Batalhão, no bairro Batistini. Os policiais foram até a residência indicada pela vítima e lá detiveram em flagrante os dois travestis e a dona do imóvel, identificada como Maria Isabel da Silva, de 59 anos.

Num dos sete quartos alugados por Maria Isabel aos travestis, os policiais detiveram Lucas e Antonio, recuperam os dois objetos do empresário e ainda apreenderam outros três notebooks, celulares, pedras de crack e cachimbos para o consumo da droga. Segundo os policiais, Maria Isabel vendia os produtos roubados, juntava o dinheiro da venda com o dinheiro ganho pelos travestis e pagava o salário deles parte em drogas e parte em espécie.

Natural do bairro de Ilha do Governador, no Rio, Lucas Bezerra, e Antonio Isaac, piauiense de Teresina, foram levados para o 3º Distrito Policial de São Bernardo e autuados por roubo. A cafetina dona do imóvel foi indiciada por receptação. Segundo a polícia, os dois filhos de Maria Isabel já têm passagens pela polícia. Um deles responde por tentar matar um policial militar.

Fonte: Estadão, www.estadao.com.br