Três presos morrem em motim em Pernambuco

Confusão começou com briga entre grupos criminosos, diz secretário

Três presos morreram em um motim, que começou na noite de quinta-feira (13), no Presídio Aníbal Bruno, no Recife. Pelo menos 21 ficaram feridos. Segundo o secretário de Ressocialização, Humberto Vianna, a confusão começou com uma briga entre os detentos de grupos criminosos diferentes que dividiam o mesmo pavilhão.

A polícia foi chamada para conter o motim e controlou a situação por volta das 4h desta sexta-feira (14). O Batalhão de Choque informou que usou balas de borracha.

Vianna disse que cerca de 20 presos foram transferidos depois da briga. Entre eles, estão os chefes de organizações criminosas rivais.

A unidade tem capacidade para 1.400 presos, mas, atualmente, abriga mais de 3.600.

Na confusão desta madrugada, um preso foi esfaqueado e morreu no presídio. Outros dois chegaram a ser socorridos, mas não resistiram aos ferimentos.

Foi o segundo motim na mesma unidade em uma semana. Na terça-feira (11), três presos ficaram feridos em uma briga.

Viana afirma que estão sendo realizadas obras dentro do próprio Aníbal Bruno, com o objetivo de redistribuir os presos. "Estamos fazendo uma reclassificação de presos. O modelo que vamos adotar para redistribuir as pessoas dentro das unidades será por risco de periculosidade e não será mais por tipificação penal. É uma forma que estamos encontrando para minimizar [os conflitos]", disse o secretário.

Fonte: g1, www.g1.com.br