Trio suspeito de matar por um botijão de gás é preso na Bahia

Segundo a investigação, Jadson foi morto por ter furtado um botijão de gás da casa de Guilherme

Três homens foram presos em Morro do Chapéu (BA), a 327 quilômetros de Salvador, na sexta-feira, por suspeita de terem assassinado a tiros Jadson Pereira Santos Cruz, o Piriri. De acordo com a Polícia Civil, os traficantes Guilherme Costa Silva e Rafael Miranda de Souza, além do usuário de drogas Mariel de Jesus Bezerra, cometerem o crime no dia 11 de novembro do ano passado.

Segundo a investigação, Jadson foi morto por ter furtado um botijão de gás da casa de Guilherme. Na delegacia, o trio confessou ter matado Piriri. Os dois traficantes também disseram serem os responsáevis pela morte de Clériston Fernandes da Silva, o Juninha, no dia 10 de janeiro, durante uma briga num bar, no Morro do Chapéu. Rafael e Guilherme vinham sendo investigados há seis meses por tráfico de drogas.

Rafael é investigado ainda pela morte de Erivelton Santos Silva, há dois anos, na cidade de João Dourado. Rafael, Guilherme e Mariel foram encaminhados para a carceragem de Morro do Chapéu.

Fonte: Terra