Tropa de elite da PM implode fortaleza do tráfico na Vila Cruzeiro

A construção tem paredes reforçadas com puro concreto. As implosões são feitas em etapas para não abalar as casas vizinhas.

No quarto dia de ocupação do Complexo do Alemão, traficantes voltaram a atirar contra as Forças de Segurança. Os soldados tiveram que se proteger com barricadas de sacos de areia.

A casa, no alto da Vila Cruzeiro usada como ponto de observação e proteção dos traficantes, começou a ser destruída pela polícia.

Uma construção com parede reforçada, no meio é puro concreto. As implosões são feitas em etapas para não abalar as casas vizinhas. Ontem a polícia apresentou o material apreendido nas primeiras 50 horas no Alemão.



Só de armas longas, fuzis, metralhadoras e carabinas são 135, 15 delas com capacidade para derrubar aeronaves. Também havia muitos explosivos, munição e uma enorme quantidade de droga: 33 toneladas de maconha e mais de 250 quilos de cocaína e crack.

Em todo ano passado, foram apreendidas oito toneladas de maconha em todo o estado do Rio. Em apenas 50 horas e somente no Alemão, a polícia apreendeu quatro vezes mais.

Outras apreensões também impressionam. São 320 motocicletas e 30 carros. Todos roubados e usados pelos traficantes.

Essa madrugada, depois de dois dias sem nenhum tiroteio, houve disparos contra militares que estavam fazendo bloqueio de uma das entradas da favela da Fazendinha no Alemão. Os soldados fizeram barricadas com sacos de areia para se proteger contra os tiros.

Nesta manhã o exército montou uma barreira que serviu de escudo, com vários sacos de areia. Durante toda amanhã os homens do exército ficaram de prontidão. Isso mostra que ainda há bandidos se escondendo nas favelas, mas segundo a polícia, muitos escaparam.

?Lá é o local onde mais tinha arma, onde mais tinha droga. Tirando aí, diminuiu muito o arsenal dessa facção no Rio de Janeiro?, diz Allan Turnowski, chefe de Polícia Civil.

Três homens apontados como chefões da facção que dominava o Alemão não foram encontrados. A polícia investiga algumas hipóteses: muitos podem ter fugido usando disfarces. Há grande chance de as galerias de esgoto terem sido usadas como rotas de fuga.

Ontem um morador contou à rádio CBN que PMs teriam recebido mais de 70 quilos de ouro pra deixar escapar os principais traficantes.

?Nós já iniciamos a apuração. Toda a denúncia que chegar será apurada?, diz Giuseppe Vitagliano, corregedor da secretaria de Segurança ? RJ.

?Vamos punir rigorosamente qualquer policial que se afaste da prática correta que a população está tanto louvando. Aquele infeliz que não proceder assim, não vai manchar esses heróis que estão trabalhando com tanta dedicação?, afirma Sergio Cabral, governador do Rio.

Fonte: g1, www.g1.com.br