Tropa denuncia tenente por roubo no Morro do Alemão

O aparelho estava numa casa que era do tráfico e havia sido cedido à Associação de Moradores

O tenente da Brigada Paraquedista do Exército, acusado de roubar um ar-condicionado no Morro das Palmeiras, no Alemão, no Rio, foi denunciado pela tropa que ele comandava.

O aparelho estava numa casa que era do tráfico e havia sido cedido à Associação de Moradores. Além do aparelho, o militar teria furtado outros objetos do local. Também foram afastados 23 PMs, a pedido do Exército.

Nesta sexta-feira, militares do Exército que faziam patrulhamento na Vila Cruzeiro, na Penha, encontraram o corpo de Jonathan de Souza Cavalcante, 21 anos. Ele foi morto a facadas.

Violência no Rio

O Complexo do Alemão está ocupado pelas forças de segurança desde o dia 28 de novembro de 2010. A tomada do local aconteceu praticamente sem resistência numa ação conjunta da Polícia Militar, Civil, Federal e Forças Armadas. A polícia investiga uma possível fuga de traficantes pela tubulação de esgoto do Alemão antes dos policiais subirem o morro. Em 25 de novembro, a polícia assumiu o comando da Vila Cruzeiro, na Penha. Ambos dominados, até então, pela facção criminosa Comando Vermelho. As ações foram uma resposta do Estado a uma série de ataques, que começou na tarde do dia 21 de novembro. Em uma semana, pelo menos 39 pessoas morreram e mais de 180 veículos foram incendiados por criminosos nas ruas do Rio de Janeiro.

Fonte: Terra, www.terra.com.br