Tumulto em show deixa 11 mortos no Marrocos

Entre os mortos estão cinco mulheres, quatro homens e dois adolescentes

Pelo menos 11 pessoas morreram - entre as vítimas estão dois adolescentes - durante um tumulto registrado neste sábado (23) na saída de um concerto de música chaabi (popular) em Rabat, no Marrocos, informou a polícia local. O corre-corre ainda deixou cerca de 40 feridos.

A tragédia ocorreu quando um alambrado caiu por causa da pressão exercida pelas pessoas que se dirigiam a uma das saídas do estádio Hay Nahda, na capital. Segundo os organizadores, ao menos 70 mil pessoas foram ver o cantor marroquino Abdelaziz Stati.

Segundo a polícia, entre os mortos estão cinco mulheres, quatro homens e dois adolescentes. Os feridos foram atendidos em um hospital da capital, e alguns ainda permanecem em observação.

A apresentação celebrava o Festival Mawazine, um dos principais acontecimentos culturais do país, que começou dia 15 de maio, com cerca de 90 artistas, como Alicia Keys, Kylie Minogue, Emir Kusturica, Elíades Ochoa, Sérgio Mendes, Stevie Wonder, entre outros.

O Festival Mawazine de Ritmos do Mundo foi criado em 2001. Ele atraiu cerca de 1,7 mil estrangeiros este ano, e, segundo analistas, tem o objetivo de mostrar o Marrocos, onde o islamismo é a religião majoritária, como uma nação tolerante.

Fonte: g1, www.g1.com.br