Turista italiana encontrada morta em Jericoacoara foi asfixiada por estrangulamento

Resultado da necrópsia ficou pronto nesta sexta-feira. Corpo de Gaia Molinari, de 29 anos, foi encontrado com o rosto completamente deformado a 300 km de Fortaleza

A turista italiana Gaia Molinari, de 29 anos, que foi encontrada morta nesta quinta-feira em Jericoacoara, a 300 quilômetros de Fortaleza, foi asfixiada por estrangulamento. O resultado da necrópsia saiu na tarde desta sexta-feira. A polícia informou que já tem um suspeito, mas não deu detalhes sobre a identidade do homem. A delegada de Proteção ao Turista (Deprotur), Patrícia Bezerra, disse apenas que foi através do depoimento da farmacêutica carioca Miriam França, que viajava com Gaia, que conseguiu pistas sobre o suspeito do crime. Miriam estava em Canoa Quebrada e foi conduzida pela polícia até Fortaleza, onde prestou depoimento.

Gaia Molinari estava desaparecida desde quarta-feira. O corpo da italiana foi encontrado por turistas na área do Serrote, região dentro da vila de Jericoacoara, muito utilizada para ver o pôr do sol e rota para a Pedra Furada, umas das principais atrações de Jericoacoara. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Clique e curta a página do Portal Meio Norte no facebook.


Gaia estava em Jericoacoara com Miriam França desde o último dia 21 de dezembro. Segundo Paola Bonelli, proprietária da pousada onde estavam hospedadas, ambas tinham viagem marcada para o dia 24, e já haviam feito check out.

- Gaia desapareceu na tarde do dia 24, ela estava só de biquíni e canga. Ela estava com passagem marcada para as 22h. Mas só quem viajou foi a Miriam. Eu pensei que Gaia tivesse desistido da viagem e resolvido passar o Natal aqui - relata Paola.

Segundo a proprietária da pousada, Gaia foi encontrada às 13h30, no Serrote, somente de biquíni, com as mãos pretas e o rosto completamente deformado.

- Parecia que tinha sido apedrejado, e ao lado do corpo tinha um estilingue - contou.

De acordo com a delegada de Proteção ao Turista (Deprotur), Patrícia Bezerra, o corpo de Gaia está no Instituto Médico Legal da cidade de Sobral, e o resultado da necrópsia deve sair ainda nesta sexta-feira. O contato com a família de Gaia será feito pelo consulado italiano.

A italiana ainda iria passar mais uma semana no Ceará. Tinha hospedagem reservada para mais uma semana em um hostel, em Fortaleza, onde já havia passado uma semana e conheceu Miriam França, a amiga com quem ela foi para Jericoacoara. A delegada disse que Miriam vai prestar depoimento em Fortaleza na tarde desta sexta.

Segundo Paola Bonelli, Gaia trabalhava há um mês em São Paulo. Ela fazia um trabalho voluntário com crianças carentes. A italiana era da cidade de Piacenza e estava há seis meses fazendo um mochilão pelo mundo. Depois do Brasil, seguiria para o Chile.

Paola criticou o número reduzido de policiais que trabalham no patrulhamento de Jericoacoara. Segundo ela, seriam apenas quatro agentes.

- Nesta região onde o corpo foi encontrado outros assaltos já ocorreram, e Jeri tem um fluxo de turista do mundo inteiro durante o ano todo. É um absurdo termos somente este efetivo.

 

Fonte: O Globo