Turista roubado tenta voltar para seu país

Processo judicial pode durar até seis meses para liberar volta de turista para Portugal

Um taxista português de 50 anos foi roubado no Rio de Janeiro e, por isso, não consegue pagar a passagem de volta para Portugal. Ele permanece no aeroporto internacional Antônio Carlos Jobim, sem ter onde dormir e o que comer.

O taxista contou que bandidos o assaltaram na rodoviária do aeroporto no final de maio e levaram documentos e R$ 8.900. O turista ficou apenas com seu passaporte e não conseguiu pagar a passagem de volta. O homem procurou o consulado de Portugal no Rio de Janeiro e entrou com um processo judicial que pode durar até seis meses para liberar a volta dele para o país.

O taxista enviou uma reclamação para a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) sobre procedimento adotado. O assalto foi registrado na delegacia da Policia Civil do aeroporto.

Fonte: R7, www.r7.com