Turistas são abordados em favela no Rio após pararem para foto

Turistas são levados para interior de comunidade

Três turistas suecos, dois homens e uma mulher, passaram por um susto, na noite desta quarta-feira, no Complexo do Lins, Zona Norte do Rio. Dentro de um veículo do Uber, o trio seguia de Jacarepaguá, na Zona Oeste, para o Centro, quando um deles pediu ao condutor que parasse na Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá para fotografar a paisagem. De acordo com a Polícia Civil, em seguida, um homem se aproximou e ordenou que eles desembarcassem do carro. Os turistas sumiram por cerca de 30 minutos, segundo o relato do motorista aos policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Image title

De acordo com a Polícia Civil, o condutor relatou que, após a abordagem do suspeito, ouviu um barulho semelhante a um tiro e por isso deixou o local e seguiu até a delegacia para pedir socorro. Os agentes, junto com policiais militares, foram acionados para fazer uma incursão na comunidade e localizar os dois homens e a mulher perdidos. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) chegou a ser chamado, já que a polícia havia recebido informações de que os turistas haviam sido levados para o alto do morro, após a abordagem do suspeito, que estaria armado.

O motorista foi levado junto com os policiais para indicar onde ocorrera a abordagem. Ao chegarem ao local, receberam a informação de que o grupo já havia deixado a comunidade. Agentes da 25ª DP (Engenho Novo), com o apoio de policiais da Delegacia de Atendimento ao Turismo (Deat), foram até o hotel onde os turistas estavam.

Os suecos relataram aos agentes que não haviam sido roubados e que os suspeitos, depois de perceberem que se tratavam de estrangeiros, pediram para ver as imagens, antes de liberarem o trio. Depois disso, eles desceram a estrada, embarcaram em um táxi e voltaram para o hotel onde estão hospedados no Centro.

Fonte: Com informações do G1